quarta-feira, 4 de maio de 2011

Infecção HIV e AIDS





O que é HIV e AIDS?
HIV é a abreviação usada para o vírus humano da imunodeficiência. HIV é o vírus que causa AIDS (síndrome da imunodeficiência adquirida), uma doença mortal.

HIV ataca o sistema imunológico do corpo. Normalmente, o sistema imunológico produz células de sangue e anticorpos que atacam vírus e bactérias. As células que atacam a infecção são chamadas linfócitos T. Meses ou anos após a pessoa ser infectada com HIV, o vírus destrói os linfócitos T.

Quando as células T são destruídas, o sistema imunológico não pode defender por muito tempo o corpo contra doenças e tumores. Várias infecções chamadas de infecções oportunistas se desenvolvem. Elas são chamadas desta maneira porque tiram proveito do da fraqueza do sistema imunológico. Estas infecções normalmente não causariam problemas graves ou fatais.

No entanto, devido à AIDS, estas infecções eventualmente causam a morte porque o corpo não consegue defender-se, e acaba por ser atacado por infecções oportunistas e/ou por tumores.


Como isto ocorre?
vírus da AIDS não se espalha pelo ar, pela comida, ou por contato social casual como um aperto de mão ou abraço. É transmitido somente por contato direto e/ou troca de sangue ou fluidos corporais de uma pessoa infectada com os de outra pessoa. Esta mistura pode ocorrer:

- durante atividade sexual sem proteção
- ao dividir agulhas
- através de mãe infectada com HIV
transfusão de sangue



Os seguintes grupos tem um ALTO RISCO de infecção do HIV e possivelmente podem desenvolver AIDS:

- homens homossexuais ativos
- homens bissexuais e seus parceiros
- usuários de drogas intravenosas e seus parceiros sexuais
- pessoas que dividem agulhas(para uso de drogas, tatuagens, ou aplicação de piercing)
- heterossexuais com mais de um parceiro sexual
- pessoas que receberam transfusões de sangue ou produtos de sangue, especialmente aqueles que receberam transfusões de emergência de sangue não examinado e pessoas que receberam transfusões em países onde o sangue não é rigorosamente examinado.
- pessoas que tem relação sexual com imigrantes de áreas com muitos casos de AIDS (como Haiti e África Central)
- pessoas que tiveram relações com parceiros infectados com HIV
- bebês que nasceram de mães infectadas com HIV


Quais são os sintomas?
Os sintomas da infecção por HIV (AIDS) são normalmente sintomas de doenças que atacam o corpo por causa do enfraquecimento do sistema imunológico:

- febre que dura de dias a um mês, sem nenhuma outra doença presente e sem outra causa aparente
- períodos prolongados de calafrios e suores
- fadiga crônica e interminável 
- perda de peso e apetite, especialmente perda de mais de 10% do peso corporal, sem nenhuma doença ou condição presente
- dor crônica dos músculos e juntas sem nenhuma razão
- dor de garganta persistente sem explicação
- inchaço dos nódulos linfáticos prolongado e sem explicação
- diarréia, especialmente se durar mais que um mês e sem nenhuma outra doença presente
- infecções reincidentes, graves de fermentação na boca ou vagina mesmo com tratamento apropriado
- herpes que duram mais que 4 semanas

As doenças oportunistas que mais freqüentemente atacam alguém com AIDS incluem SARCOMA, pneumonia, tuberculose, meningite, e herpes.






Como é diagnosticado?
O teste ELISA é o primeiro exame de sangue feito para verificar se a pessoa está infectada com HIV. Se este teste der positivo, outro teste mais específico, normalmente teste WESTERN BLOT, é feito para confirmar os resultados.

Uma vez confirmado os resultados dos exames HIV, você deve passar por um exame médico no qual será questionado sobre seu passado médico e sintomas, caso haja.

O médico fará exame físico completo e procurará saber seus hábitos sexuais, padrões de comportamento, como uso de drogas injetáveis, transfusões sangüíneas, ou se possui histórico de doenças sexualmente transmissíveis.

Os resultados dos exames físicos e laboratoriais darão a seu médico a linha base de comparação para saber se desenvolverá sintomas mais tarde. Também é necessário proteger-se de certas infecções, como a tuberculose (TB), sífilis e hepatite B, que podem fazer com que piore rapidamente ou camufle um sério risco para os outros. Mulheres HIV positivo devem fazer um exame de Papa Nicolau (Pap Smear) de acordo com o cronograma recomendado por seu médico (normalmente a cada 6 a 12 meses)



Em quanto tempo aparecerão os primeiros efeitos?
Os efeitos completos da AIDS podem não aparecer em 5 ou 10 anos após ter sido infectado com o vírus. AIDS é uma doença fatal, no entanto a expectativa de vida tem aumentado com o contínuo desenvolvimento dos novos tratamentos.



Cuidados que devem ser tomados?
Pergunte a qualquer novo parceiro sexual sobre a vida sexual dele ou dela. Homens homossexuais e bissexuais devem tomar cuidado e praticar o sexo seguro. Usar preservativo, e procurar fazer o teste de HIV.

Se tiver comportamento de risco, mas em seus exames obteve resultados negativos para presença de HIV, vá ao médico regularmente.

Se você é soropositivo:

- discuta com seu médico sobre o tratamento
- Certifique-se de que seu médico mantém-se atualizado a respeito de novos tratamentos disponíveis.
- Procure seu médico quando tiver um novo ou persistente sintoma.
- Sempre que notar uma mudança nas funções do corpo que causem preocupação, discuta a respeito com seu médico.
- Entre em contato com instituições locais de suporte a AIDS. Seu médico deve ser capaz de ajudá-lo a encontrar uma. 



Como pode ser feita a prevenção da contaminação do vírus HIV?
Se você é soro positivo, deve:

- praticar sexo seguro: evite dividir secreções sexuais e sangue de qualquer maneira.
- Peça para seus parceiros sexuais fazerem o teste do HIV
- diga ao seu médico que você é soro positivo

Acrescentando:

- Não divida agulhas para o uso de drogas, tatuagens, ou aplicação de piercings corporais
- Evite engravidar
- Não doe sangue, plasma, sêmen, ou partes do corpo.

12 comentários:

  1. Muiiito boom seu blog, gostei muito, bem informativo, legais mesmo.

    Parabééns !

    Estou seguindo seu blog !

    ResponderExcluir
  2. Otima ideia, confesso qe não vi um blog qe aborda problemas de saude, Se puder gostaria q fizesse uma exlpicatoria da DIABETES.
    Comentei e segui.
    Retribui ? http://sentimentares.blogspot.com/2011/05/medo-enfim-acabou.html#comments
    Participa da comu pf; http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=113147794
    Já Comentou No 1° ? Comenta no 2° e assim vai.

    ResponderExcluir
  3. Muito interessantes suas postagens :] estamos seguindo e espero que siga-o se gostar :D

    ResponderExcluir
  4. muito legal da sua parte postar sobre isso.
    eh importante vencer o preconceito e estar bem informado..

    abraços...

    ResponderExcluir
  5. Posts interessantes!!!! Vou indicar seu blog aos meus seguidores lá do Pink Chic.
    Afinal, não é só da parte externa que devemos cuidar né?!

    Beijão pra ti Dé.

    http://www.blogpinkchic.com
    Twitter:@blogpinkchic

    ResponderExcluir
  6. haa adorei a sugestão do Vitin Melo, sobre você falar sobre diabetes. Muitas pessoas tem e nem sabem.

    Uma doença silenciosa e perigosa, que muitas vezes não é levada muito a sério.


    Beijos.

    http://www.blogpinkchic.com
    Twitter:@blogpinkchic

    ResponderExcluir
  7. gostei do seu blog

    gostei msm

    mt coisa legal aqui

    seguindo vc tb

    ok's

    acessa o meu la

    e c gostar pode segir

    vo agradecer mt

    ;)

    acesse http://www.iubdeds.com.br

    ResponderExcluir
  8. Nossa, sabia muito pouco sobre o assunto. É sempre bom manter-se informada a respeito. Parabéns pela escolha do tema!

    ResponderExcluir
  9. ótimo blog, parabéns !
    tbm me interesso muito por essa área, belo trabalho!


    obrigado pela visita ao blog GENNO E SCIENTIA !
    estou seguindo..

    ResponderExcluir
  10. É bom encontrar blogs assim a molecada que vive acessando porcárias é interessante encontrar um blog como o seu com informações preciosas
    http://uaimeu10.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Já notaram que ultimamente não vemos na tv campanhas pra usar preservativo e combater a AIDS?

    ResponderExcluir
  12. Olá, blogueiro!
    Participe da campanha contra o preconceito!
    Você pode divulgar informação com apenas um clique. Para acabar a discriminação contra pessoas que possuem o vírus HIV, basta que você faça parte dessa luta! Divulgue o vídeo: http://migre.me/48REC. Somos iguais!
    Para mais informações: comunicacao@saude.gov.br http://www.todoscontraopreconceito.com.br , http://www.aids.gov.br ou http://www.formspring.me/minsaude
    Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/minsaude
    Atenciosamente,
    Ministério da Saúde.

    ResponderExcluir